Skip to main content

Vegano: você imaginou que nunca mais comeria esses 6 alimentos

Você foi criado comendo carne, mas se tornou vegano. Passado algum tempo depois dessa decisão, é possível que tenha imaginado que nunca mais comeria alimentos como hambúrgueres, feijoada, queijo ou churrasco.

 

Mas eis que a cultura vegana cresce cada dia mais. Surgiram empresas especializadas em criar alimentos que “copiam” o sabor de itens que como bacon, salsicha, rosbife e outros.

 

A principal vantagem desses produtos é que eles servem para matar aquela vontade de comer determinado prato sem precisar incentivar a crueldade contra os animais. Os preparos são feitos com ingredientes 100% de origem vegetal.

 

Outra vantagem é que facilitam a fase de transição para uma dieta vegana. Vale lembrar que muitas pessoas se tornam veganas ou vegetarianas por uma questão ética, que envolve o bem-estar animal e a preservação do meio ambiente. Ou seja, o paladar não tem nada contra o sabor da carne e ao gosto defumado.


Conheça, abaixo, as opções de alimentos veganos que imitam derivados de carne – e que tem feito bastante sucesso.

 

  1. Churrasco

O churrasco é um alimento enraizado em nossa cultura gastronômica. Abandonar o hábito de se reunir com a família e os amigos em torno de uma churrasqueira pode ser bem difícil para algumas pessoas.

Para aplacar a vontade de sentir o sabor do churrasco, os veganos têm a opção de consumir o “Churrasco Acebolado Vegano”, da Vegabom. A cebola assada no forno dá o toque especial na refeição, que leva proteína de soja texturizada, amido de milho modificado e especiarias, entre outros ingredientes, todos de origem vegetal.

 

  1. Feijoada

A feijoada é outro produto muito saboroso da culinária brasileira. O vegano não precisa se abster de sentir todo o sabor do prato se apostar na qualidade que a feijoada da Vegabom oferece. Ela é muito parecida com a comida tradicional, pois leva feijão preto, churrasco vegano defumado e linguiça calabresa vegana.

 

  1. Strogonoff

O strogonoff é uma das receitas mais saborosas adaptadas para os adeptos do veganismo. O prato da Vegabom, que já vem pronto, é feito de bife vegano de soja, champignon, leite de soja e especiarias, entre outros ingredientes.

 

Há pratos que substituem a carne vegana por palmito, mas a opção com bife de soja é a mais parecida em sabor com a receita original de carne bovina ou de frango.

 

  1. Mortadela

A mortadela é um produto embutido que empresas especializadas conseguiram reproduzir para os veganos. A Glutadela é 100% vegetal, inclusive o corante. A textura é idêntica ao alimento tradicional, mas com base de glúten e temperos especiais.

 

Ela pode ser usada em sanduíches, pizzas, molhos e como acompanhamento no almoço ou jantar. Pode ser fatiada, picada ou até mesmo frita e assada.

 

  1. Hambúrguer

Este é um dos alimentos mais adaptados para os veganos nos últimos anos. Toda boa hamburgueria já tem em seu cardápio uma opção vegetariana. O hambúrguer vegano pode ser feito de grão de bico ou proteína de soja texturizada, entre outras opções vegetais.

 

A montagem segue o mesmo padrão do lanche com carne, com uma salada bem feita, picles e queijo (que você também encontra na opção vegana, como falaremos a seguir).

 

  1. Queijo

Sim, é possível consumir queijos que não se originam de maus-tratos a animais. As opções que você confere aqui são bem parecidas com os produtos tradicionais.

 

O Cream Cheese da Superbom é feito a partir do amido de batata e não há adição de conservantes e corantes artificiais. Há outras opções da linha VeganCheese, como o queijo mussarela, parmesão e provolone, todos feitos à base de amido de batata.

 

Os produtos que imitam o sabor da carne são feitos tanto para o vegano de longa data quanto para aquele que está em fase de transição para a dieta baseada em vegetais. Eles facilitam essa adaptação e estimulam a mudança em quem tem resistência quanto ao paladar.

 

O que você achou deste conteúdo? Conte pra gente, por meio dos comentários, como foi sua transição para o veganismo ou vegetarianismo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *