Skip to main content

Dia das Mães vegano: veja nossas dicas de presentes!

O Dia das Mães está chegando e já é hora de pensar em um presente especial para homenagear aquela que sempre está ao nosso lado em qualquer situação. E se ela ama os animais e a natureza, vai adorar ganhar um presente vegano.

Não é tão difícil encontrar boas opções de produtos voltados ao público vegano e que agrade como presente. Por isso, preparamos algumas dicas para ajudar o bom filho ou filha a acertar em cheio o coração da mamãe com um presente maravilhoso, sustentável e cruelty free.

Confira as opções a já vai pensando no texto do cartãozinho que vai acompanhar o mimo!

Produtos veganos para as madeixas

Be(m)dita Ghee Banana e Aloe Vera Lola Cosmetics

Uma manteiga orgânica de frutas – essa é a composição do Ghee, que devolve a umidade natural dos cabelos, com maciez e brilho. A linha Be(m)dita Ghee, da Lola Cosmetics, contém água de coco, o que adiciona aminoácidos que enriquecem a composição do Ghee.

Os ativos vegetais do Be(m)dita Ghee Banana e Aloe Vera têm origem na banana, aloe vera, óleo de jojoba e algas presentes na Máscara de Hidratação Be(m)dita Ghee Lola.

 

Vale lembrar que a Lola Cosmetics é uma empresa brasileira e vegana. Ela adotou a filosofia já há algum tempo, por meio do ajuste de composição de todos os seus produtos. A Lola exibe em seus frascos os selinhos que sinalizam que os produtos não contém derivados de animais e são cruelty free.

Óleo para cabelos tingidos Pinga!

Este óleo capilar é voltado para o tratamento de cabelos coloridos e com frizz. O Pinga Açaí & Pracaxi protege o tom contra o desbotamento e controla os fios arrepiados com óleos altamente nutritivos. O produto é ideal para preparar e proteger os fios antes de processos químicos.

Além disso, o óleo é versátil: pode ser usado como pré-shampoo e na máscara de tratamento. O resultado são cabelos com a cor preservada, com  frizz sob controle, toque macio e brilho luminoso.

Kit de sabonetes para um banho tranquilo

Se uma coisa que as mulheres adoram ao fim de um dia de trabalho é tomar um delicioso banho. E para aumentar a sensação de relaxamento, nada como sabonetes com princípios ativos que provocam sensações de limpeza e tranquilidade. Sua mãe vai adorar essas opções:

Sabonete de lama vulcânica

A lama vulcânica possui minerais que ajudam a desintoxicar, agem como anti-inflamatórios e rejuvenescem a pele. Um sabonete com esse elemento e ainda com Ylang Ylang, que é um anti-séptico e afrodisíaco, proporciona uma verdadeira experiência de prazeres intensos no banho. A Boutique do Corpo oferece esse produto que pode fazer parte de um kit especial para a sua mãe, que tal?

A Boutique do Corpo é vegan, pois não testa seus produtos em animais ou usa ingredientes de origem animal em suas fórmulas.

Sabonete de Argila Branca com Macadâmia

Mais um excelente produto da Boutique do Corpo: o sabonete de Argila Branca com Macadâmia tem efeito clarificante e purificador, que uniformizam a pele, além de mantê-la hidratada. Este sabonete é indicado para peles escurecidas e manchadas, por conta de queimaduras, depilação etc.

Além disso, o produtos é um excelente regulador de Ph, por isso auxilia na redução de acne e pode ser usado na região íntima. Seu aroma de macadâmia possui efeito calmante. Mais uma ótima opção para formar seu kit (ou melhor, da sua mãe)!

Sabonete de flor de sal com verbena

A flor de sal é suave e delicada. Junto da essência de verbena, uma flor de aroma cítrico, faz do banho uma experiência única e deliciosa. A verbena possui propriedades adstringentes e calmantes e o sabonete da Boutique do Corpo é suave, levemente esfoliante e hidratante.

Sabonete de morango com champanhe

Esse sabonete incrível possui extrato de morango e um aroma delicioso e afrodisíaco de champanhe. Ele é excelente para peles ressecadas, pois possui intenso efeito hidratante e emoliente. Não pode faltar no kit presente da mamãe!

Clique aqui e confira um kit prontinho para encomendar!

Suplementos vegetais para mamães fitness

Se sua mãe adora malhar o corpo para manter a saúde e as formas em dia, que tal impressioná-la com essas ótimas opções de suplementos veganos?

Rice Protein sabor cacau

A VeganWay é uma empresa de suplementos que aposta nas opções veganas para os atletas amadores ou mesmo os de alto desempenho. O Rice Protein é o concentrado de proteína de arroz integral, com um perfil completo de aminoácidos essenciais. O concentrado sabor chocolate oferece 21g de proteína de arroz por dose. Esse produto, além disso, não contém glúten.

Creatine da VeganWay

A creatina auxilia na reconstrução muscular de quem treina pesado. Além disso, colabora para manter ou aumentar a resistência física de quem pratica atividades de endurance. O Creatine da VeganWay é uma ótima opção para a mamãe fitness e vegana.

A suplementação com creatina contribui para a prevenção da fadiga mental, tendo efeito positivo na memória e na energia global do indivíduo.

Dia da mães com cesta de café da manhã

Quem não gosta de acordar e se deparar com uma deliciosa cesta de café da manhã, não é mesmo? Sua mãe vegana ou vegetariana vai adorar essa surpresa, feita com alimentos isentos de ingredientes de origem animal. Escolha os produtos e monte com carinho!

Brownie vegano

O brownie da Libre Alimentos é feito com cacau e adoçado com xilitol. Leva batata doce, chocolate 70% cacau, óleo de girassol, farinha de arroz, xilitol, chocolate em pó 50% cacau, sal marinho, goma xantana e bicarbonato de sódio. Não contém glúten.

Pasta de chocolate

A Pasta Picnic de Chocolate com Avelã da Life Co. é zero açúcar e zero lactose. Tem muito sabor e poucas calorias. Ótima para acompanhar torradas, salada de frutas, recheio para doces e até mesmo como base para receitas mais elaboradas.

Geleia de frutas vermelhas com chia

Uma ótima fonte de energia sem adição de corantes e aromas artificiais. A geleia da Superbom possui vitaminas D, E, B1, B2 e B3, além de ferro, cálcio e fósforo. A chia é rica em fibras, selênio, magnésio e Ômega 3. A geleia é feita de morango inteiro, amora inteira, polpa de framboesa, suco de maçã polposo, chia em grãos, estabilizante pectina cítrica e aroma natural de frutas vermelhas.

Queijo vegetal

O VeganCheese Mussarela é um produto 100% vegano, sem lactose, sem colesterol, sem nenhum derivado de origem animal e sem nenhum tipo de conservante ou corante artificial. Uma ótima opção para montar o lanchinho da cesta de café da manhã!

Suco de uva

O suco de uva Superbom não contém adição de açúcares e conservadores, apenas açúcares naturais da fruta. A marca é uma das pioneiras do país a produzir os mais variados produtos livres de ingredientes de origem animal.

Ufa! São várias opções de presentes para um dia das mães vegano, não é mesmo? Para conferir outras opções de produtos para presentear, não deixe de conferir nossa loja virtual!

Afinal, existe alergia alimentar à carne?

As reações alérgicas provocadas por alimentos mais conhecidas são aquelas ocasionadas por ingestão de leite, ovos, amendoim ou frutos do mar. Entretanto, o catálogo de reações do organismo humano a determinados tipos de comida é imenso. A alergia alimentar por consumo de carne é uma delas, apesar de muita gente nunca ter ouvido falar sobre isso.

As alergias são reações adversas do organismo por meio da “falha” do mecanismo imunológico. Os sintomas são os mais diversos, desde uma leve coceira nos lábios, até casos graves de inchaços e comprometimento de órgãos.

Apesar de raro, o ser humano pode desenvolver alergia à carne de qualquer tipo de mamífero, como porco, boi ou cordeiro.

Um estudo conduzido pela Universidade da Virginia (EUA) e pelo Centro Médico John James, da Austrália, analisou 60 casos de alergias em que não se conhecia o diagnóstico, ou seja, não sabiam qual alimento causava a rejeição do organismo. Em 25 deles, no entanto, os cientistas chegaram à conclusão que o culpado era a substância alpha-galactose, presente na carne.

Vale ressaltar que a alergia pode ser desencadeada em qualquer momento da vida e uma vez desencadeada a reação, pode ser que a pessoa adquira intolerância a outros tipos de carne, como as brancas de peixes e aves. Isso acontece porque após uma primeira reação alérgica, o organismo produz um tipo de anticorpo que confunde substâncias presentes na carne (galactoses) com “invasores” prejudiciais (sensibilização).

Anafilaxia tardia à carne vermelha

Recentemente, cientistas dos Estados Unidos identificaram um carrapato cuja mordida desencadeia reações alérgicas a carnes vermelhas. Ele causa sensibilização às substâncias galactose-alfa 1 e galactose 3.

A reação pode ser intensa e levar até a morte em alguns casos mais graves. Os sintomas da síndrome causada pelo mordida do carrapato e o consumo de carne são urticária, angioedema e sintomas gastrointestinais que começam após 3 a 6 horas da ingestão de carne vermelha ou vísceras de mamíferos não primatas.

Os estudos apontam que o carrapato responsável pela síndrome é o Lone Star, comum no sudeste dos Estados Unidos, onde parasitam veados.

Fonte: Revista oficial da Associação Brasileira de Alergia e Imunologia ASBAI

Cuidados com a alergia alimentar à carne

As pessoas que têm alergia alimentar à carne identificada precisa estar atenta às formulações dos produtos que consome. Além de evitar os pedaços de carne, obviamente, é fundamental ler os ingredientes dos produtos processados e verificar se não há neles compostos de carne animal.

Estudar os nomes técnicos dos ingredientes é um cuidado a mais com a saúde. Ir a restaurantes é um problema, pois não há como ter certeza dos cuidados no preparo dos alimentos de maneira a evitar contaminações.

Restaurantes veganos acabam por ser a melhor opção para os alérgicos nesses casos, assim como consumir produtos vegetais certificados e de boa procedência. E de quebra o alérgico contribui com o meio ambiente e com a luta contra a crueldade aos animais.

Vale lembrar que nem todas as reações são severas. Entretanto, quanto mais gordura a carne tiver, mais forte será a resposta anafilática do alérgico.

Em todo caso, para evitar reações alérgicas à carne, melhor consumir produtos veganos de qualidade, como os oferecidos em nossa loja virtual, não é mesmo?

Foto de capa: Hush Naidoo on Unsplash

Como o veganismo ajuda no controle da hipertensão arterial?

Aquilo que escolhemos comer está completamente relacionado com nossa saúde. É isso que indicam diversos estudos já há algum tempo. A hipertensão arterial é uma das doenças que mais se relacionam com maus hábitos alimentares e o veganismo surge como uma ótima opção para reverter esse quadro.

O estilo de vida vegano é uma maneira de conseguir se alimentar de forma saudável e também auxilia na prevenção e combate de doenças crônicas. Para você entender mais sobre esse assunto, preparamos este artigo. Siga em frente!

Hipertensão no Brasil

As doenças do coração são responsáveis pelo maior número de mortes no Brasil. E a pressão alta é a maior causadora desses males. Segundo a Sociedade Brasileira de Hipertensão, a hipertensão arterial atinge cerca de 30% da população adulta no país e mais de 50% dos idosos.

Essa condição pode ter diversas causas, tais como:

  • Obesidade;
  • Consumo de álcool;
  • Estresse;
  • Excesso de sal na dieta;
  • Pouca atividade física;
  • Quantidade inadequada de sono.

A hipertensão não tem cura, mas pode ser controlada por meio de algumas mudanças de hábito, como a prática regular de exercícios e uma dieta especial. Ao incluir alguns alimentos no consumo diário, o organismo é ajudado a se proteger desse mal.

Hábitos alimentares tem tudo a ver com a hipertensão. Eles estão entre as principais causas e também entre as maneiras de preveni-la. Nessa hora, o veganismo pode muito bem ser uma saída radical para o tratamento da doença.

Veganismo para prevenir ou tratar hipertensão

Existem evidências científicas de que adotar um estilo de vida vegano ajuda a prevenir a hipertensão. Uma pesquisa realizada com 136 pessoas mostrou que aqueles que não consumiam carne tinham a pressão arterial significativamente mais baixa que os carnívoros.

Na pesquisa, aqueles com menor pressão arterial eram vegetarianos (ou veganos). A dieta vegana leva a uma maior ingestão de alimentos que contém potássio e magnésio, substâncias relacionadas ao relaxamento das artérias e vasos sanguíneos e a consequente diminuição da pressão.

Além disso, o estilo de vida vegano elimina grande parte dos alimentos industrializados e o excesso de sal que os acompanham.

Também existe o fato dos veganos terem tendência a consumir uma quantidade menor de gordura, que é associada ao aparecimento de doenças cardiovasculares que, junto com a hipertensão, causam problemas graves como infarto e acidente vascular cerebral (AVC).

Mudança de hábitos: a melhor maneira de prevenir a hipertensão

A prevenção da hipertensão arterial é guiado por quatro pilares fundamentais:

  • Melhora da alimentação;
  • Prática de atividades físicas;
  • Redução do estresse;
  • Controle de outros fatores de risco (como consumo de álcool e cigarro).

A alimentação é um dos pontos chave para a prevenção ou tratamento da pressão alta. Ingerir alimentos livres de gorduras e sódio, além de auxiliar na perda de peso, melhora o bem-estar geral do indivíduo. A dieta vegana é ótima para isso, pois a maioria dos alimentos naturais como frutas e verduras apresentam índice zero dessas substâncias.

Vale destacar que a orientação de um profissional de nutrição e de uma médico é fundamental para saber como fazer a mudança de hábito alimentar na sua vida e se prevenir ou até mesmo tratar a hipertensão arterial.

Percebeu mais um benefício do veganismo para a saúde? Compartilhe este artigo no Facebook para que sua família e amigos possam aprender um pouquinho mais. Quem sabe não é o que faltava para eles deixarem de lado os derivados de animais.

Foto de capa: Designed by Freepik