Skip to main content

Como parar de comer carne e migrar para uma dieta vegetariana

Um desejo que muitos afirmam possuir, mas poucos conseguem colocar em prática: parar de comer carne. O intuito dessa verdadeira revolução na vida de uma pessoa é ajudar a tornar o mundo mais sustentável ou seu cotidiano mais saudável.

 

Não é fácil. Muitas vezes quem tenta excluir a carne do cardápio não consegue manter a decisão e acaba se frustrando. No entanto, o sofrimento não é necessário na hora de mudar os hábitos, muito menos fazer a transição de uma hora para outra.

 

No artigo de hoje, tentaremos te ajudar nessa incrível e enriquecedora missão!

 

Por que parar de comer carne?

 

Fazer a transição para uma dieta vegetariana pode estar ligada a três objetivos principais: apoiar o bem-estar animal, cuidar da saúde e promover a sustentabilidade.

 

No primeiro caso, ser vegetariano contribui com o combate ao consumo desenfreado e à realidade cruel que envolve a indústria da proteína animal. Muitos decidem parar de consumir totalmente frangos e peixes, que sofrerem ainda mais violência no abate.

 

Em relação à saúde, parar de comer carne ajuda a prevenir diversas doenças. Inclusive, algumas enfermidades já foram atribuídas pela ciência ao consumo dessa proteína, como colesterol alto ou aumento dos níveis de inflamação do organismo – causado pelos laticínios e processados.

 

Em prol da sustentabilidade, eliminar o consumo de carne do dia a dia faz com que você não se alinhe ao desmatamento de florestas. Esses lugares são devastados para a criação de gado, sem contar o consumo excessivo de água na produção da carne.

 

Por onde começar a ser vegetariano?

 

Você não precisa retirar os alimentos de origem animal da sua alimentação de forma abrupta, de um dia para o outro. Comece, por exemplo, com um dia na semana. Existem até campanhas que incentivam essa prática, como a famosa “Segunda Sem Carne”. Quando estiver mais confiante, escolha outros dias da semana para excluir a carne do cardápio.

 

Como diversificar as refeições?

 

Planejar a alimentação é essencial para quem começa uma vida vegetariana. Tenha um cardápio bem definido para cada refeição: café da manhã, almoço, jantar e lanches. Para isso, é fundamental o auxílio de um nutricionista – principalmente se houver alguma restrição alimentar.

 

A dica geral é introduzir alimentos que você não tem o hábito de comer no lugar da carne. Assim, você terá a chance de conhecer novos sabores e tudo o que o universo vegetal tem a oferecer.

 

Quais são principais desafios?

 

  1. Cozinhar

 

Parar de comer carne exige preparar suas próprias refeições. Nesse ponto, vale pesquisar a fundo a internet em busca de receitas e começar a frequentar mais a cozinha da sua casa. Existem diversos canais no YouTube que ensinam pratos fáceis de serem reproduzidos.

 

Descubra qual você gosta mais e passe a segui-lo. Dessa forma, poderá experimentar uma receita diferente a cada semana. Além disso, acompanhar sites, canais e blogs vai te ajudar a levar adiante o seu novo desafio.

 

  1. Defender sua opinião

 

Não brigue com a família para defender seus novos hábitos, pois é normal surgirem dúvidas e preocupações. Por isso, é fundamental desenvolver paciência e compreensão para explicar todas as questões que você considera importante.

 

Ao mesmo tempo, facilite a vida de quem mais cozinha na casa. Vale a pena conhecer opções vegetarianas de produtos tradicionais como hambúrgueres, carne vegetal, salsichas vegetais entre outros. Existem lojas online que vendem esse tipo de produto e muito mais.

 

Por fim, não se culpe se houver uma recaída, todos sabem que é muito difícil parar de comer carne. Mas não desista. Se comer, siga em frente e não desista. Como o passar do tempo, essa vontade diminui até desaparecer.

 

O que você achou do conteúdo? Ainda tem dúvidas sobre como começar uma vida vegetariana? Entre em contato pelos comentários. Ficaremos felizes em ajudar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *