Skip to main content

7 dicas práticas para todo vegano ou vegetariano iniciante

As primeiras semanas são o período mais difícil para quem decide se tornar vegano ou vegetariano. Além de planejar como vai ser a sua transição alimentar, é preciso dar atenção a outras questões. Lidar com a reação da família e se aprofundar nos estudos sobre o tema são algumas delas.

 

No post de hoje, mostraremos que muita coisa entra em jogo quando se escolhe o veganismo ou vegetarianismo como filosofia de vida. Ok, nós também te ajudaremos a lidar com isso. Vamos lá!

 

  1. Tenha paciência com a família

 

A primeira grande dica diz respeito aos inúmeros questionamentos que serão direcionados a você – principalmente pelos familiares. Claro que este é um caso para famílias que sempre comeram e utilizaram produtos de origem animal.

 

Ao adotar um estilo de vida vegano ou vegetariano, será preciso redobrar a paciência. Afinal de contas, você também comia carne até bem pouco tempo. Nem todo mundo consegue compreender seus motivos para deixar esse consumo de lado.

 

Portanto, lide da melhor maneira possível com as perguntas e se prepare, pois elas acontecerão! Não se sinta na obrigação de ter todas as respostas, mas tente não se estressar com essas situações.

 

  1. Faça um limpa nas suas coisas

 

Adotar o veganismo ou mesmo o vegetarianismo como estilo de vida vai muito além de parar de comer carne. É uma atitude que deve ser tomada em relação a diversas questões do cotidiano. Ou seja, devemos nos atentar também aos produtos duráveis que se originam do abate ou do manejo de animais.

 

Exemplos de produtos desse tipo são roupas e calçados de couro, lã e seda. Até mesmo cosméticos podem ter origem animal ou foram testados em bichos. Livre-se deles e substitua por produtos veganos na medida do possível.

 

  1. Busque informações confiáveis

 

Hoje, qualquer assunto pode ser alvo de intenso debate pelas redes sociais ou sites especializados. No entanto, se deparar com informações e dados errados, forjados e duvidosos também é bastante comum.

 

É importantíssimo basear suas atitudes e argumentos em prol da vida vegana ou vegetariana em fontes confiáveis. Busque informação em páginas e periódicos de boa reputação e nos sites e publicações de entidades como WWF, Greenpeace e outras ONGs mais conhecidas, como a Mercy For Animals (MFA Brasil) ou o blog deles, o EscolhaVeg.

 

  1. Troque ideias com outros veganos

 

As experiências de quem vivenciou essa mudança de vida são muito importantes para te motivar. Matérias, fóruns e estudos acessados pela internet são bons, mas o contato pessoal com quem adotou a vida vegana ou vegetariana é ainda melhor.

 

Encontre essas pessoas e converse sobre seu cotidiano, as dificuldades que enfrentam e peça algumas dicas. Veganos e vegetarianos, por serem entusiastas da causa, sempre estão dispostos a ajudar. Grupos no Facebook podem ser uma boa alternativa.

 

  1. Estude mais sobre os alimentos

 

Aprender sobre os alimentos é essencial para quem adere ao veganismo ou vegetarianismo. Deve-se saber quais alimentos comer para suprir determinada demanda do organismo e manter uma dieta balanceada, gostosa e, por que não, inspiradora.

 

Detalhe: ninguém melhor para ajudar você a escolher os alimentos da sua dieta do que um profissional da área de nutrição.

 

  1. Leia sobre os direitos dos animais

 

Essa é mais uma dica para te ajudar a embasar opiniões. Conhecer o que diz a legislação sobre os direitos dos animais vai possibilitar que você analise situações de violência e tome providências legais. Tenha na ponta da língua as leis que prevejam os crimes mais comuns.

 

Entender as leis ambientais, que fazem referência aos delitos contra os bichos, também é importante.

 

  1. Fique na sua

 

Não tente panfletar sua escolha por uma vida vegana ou vegetariana de modo a desprezar toda a sociedade que consome carne. Isso só trará mais questionamentos e desmotivação. O ideal é respeitar quem não opta pelo veganismo sem deixar de defender suas posições.

 

Torna-se vegano ou vegetariano não é tarefa fácil, como já sabemos. Mas decidir viver respeitando o direito ao bem-estar dos animais é gratificante e muda a maneira que enxergamos o mundo.

 

Desejamos que você tenha muito sucesso nessa nova empreitada! Tem alguma dúvida sobre o universo vegano ou vegetariano? Compartilhe conosco por meio dos comentários!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *